×

Guia de Serviços de Alagoas

Início Quadro geral de Serviços Órgãos Unidades de Atendimento Centrais de Atendimento JÁ! Dados Abertos Sobre Agendamento
☰ MENU

Administração de insulina

O que é?

Administração de insulina por via subcutânea (por baixo da pele).no tecido adiposo Para administrar a insulina deve fazer uma prega na pele com o dedo polegar e com o indicador e injetar com a agulha perpendicular à pele. A agulha não deve ser retirada imediatamente, espere 10 a 15 segundos. 

Quem pode realizar?

Cidadão

Tempo estimado para realizar esse serviço

Entre 15 minutos

Etapas para a realização deste serviço

  • 1

    Atendimento



    • Pacientes atendidos nas unidades 

    • O paciente é atendido na recepção e encaminhado  ao serviço de enfermagem que  encaminha ao atendimento Médico  para avaliação e procedimentos 


    • No caso de ser atendido no HGE e UEA  

    • O paciente é acolhido na recepção, onde é preenchido ficha de cadastro e encaminhado para classificação de risco


    • Acolhimento do paciente identificando e classificando o grau de risco, vulnerabilidade e sofrimento de modo a estabelecer a ordem de prioridade e o tempo limite para o atendimento médico, utilizando-se de protocolo seguro. Considera-se um único procedimento mesmo que haja outras classificações do mesmo paciente.

      Ao chegar à unidade médica, o paciente é avaliado por um enfermeiro, que após uma breve avalição irá encaminhar o paciente para um profissional de nível superior, como um enfermeiro chefe ou médico, 

      A classificação é realizada com base nos sintomas apresentados pelo paciente, assim como queixas, sinais vitais, saturação de O2, escala de dor, etc. Após essa avalição inicial, o paciente recebe uma pulseira de identificação hospitalar com a cor correspondente ao seu quadro e segue para o atendimento ou aguarda o momento de ser atendido, de acordo com os critérios do Protocolo de Manchester de Classificação de Risco, o qual visa determinar a prioridade clinica do paciente.




    • Atendimento medico




    • O medico atende o paciente  avalia e encaminha para procedimentos necessarios , como exames  , fazer medicação , internar ; conforme a necessidade do paciente




    •  


    • Após atendimento medico e indicado  procedimento  a enfermagem providencia a realização;



    • Observar a prescrição médica: data, nome do paciente, tipo de insulina prescrita, dose prescrita, via de administração, horário prescrito e verificar a graduação da seringa;


    • : A seringa de 100 unidades é graduada de 2 em 2 unidades.



    • Retirar a insulina da geladeira, onde fica conservada e esperar de 15 a 30 min;












    •  
         


    • Lavar as mãos

    • Preparar o material (algodão, álcool, seringa, agulha e insulina).

    • As insulinas de aspecto leitoso como a NPH devem ser homogeneizadas antes de serem aspiradas, para não formarem grumos nem cristais e serem administradas na concentração correta;

    • Realizar assepsia do frasco de insulina com algodão e álcool a 70

    • Aspire, na seringa, a quantidade de ar igual à dose de insulina prescrita, mantendo a agulha tampada. Introduza a agulha através da tampa de borracha. Injete o ar que estava na seringa para dentro do frasco com um movimento firme;

    • Vire o frasco e aspire à dose de insulina prescrita, lentamente. Verifique se há bolhas de ar: se houver bater suavemente com os dedos na seringa para retirar as bolhas de ar e acertar a dosagem, devolvendo o excesso para o frasco. Desvirar o frasco e retirar a agulha;

    • Levar o material até o leito do paciente;

    • Identificar-se para o paciente e familiar;

    • Checar o nome do paciente;

    • Orientar o paciente e familiar referente ao procedimento;

    • Posicionar adequadamente o paciente para administração da insulina;

    • Proceder à antissepsia da área escolhida;

    • Fazer a prega de tecido segurando entre os dedos polegar e indicador, com a mão não dominante, introduzir a agulha de forma rápida, num ângulo de 90º (agulha 13x4,5) e bisel lateralizado, em caso de crianças e pacientes magros usar um Ângulo de 45º;

    • Administrar a medicação lentamente;


    • Após administração, manter a agulha no local de 6 a 10 segundos, para impedir que a insulina reflua e depois retirar a agulha na mesma direção, para não realizar novo trajeto e não causar traumas;




    •  

       

       

       

       

       

       

       



    Documentos necessários:

    • Prontuario do Paciente
    • Solicitação Medica
    • Cartão SUS
    • Carteira de identidade
    • CPF

    Canais de atendimento:

    • presencial: Presencial: Nas Unidades de saúde da Rede Estadual de saúde que realiza atendimento

Outras Informações

O tempo estimado para realização do serviço médico de urgência e emergência é bastante relativo, pois o paciente será classificado em função do seu quadro de saúde, avaliando e identificando os pacientes que necessitam de atendimento prioritário, de acordo com a gravidade clínica, potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento.  

Requisitos necessários para o solicitante 

1- Ser paciente atendido na unidade hospitalar

2- ter prontuario medico

3-ter prescrição médica solicitando 

 

Este é um serviço atende ao Decreto n° 9.094, de 17 de julho de 2017.

 

Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

 

•             O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:\n• Urbanidade;\n• Respeito;\n• Acessibilidade;\n• Cortesia;\n• Presunção da boa-fé do usuário;\n• Igualdade;\n• Eficiência;\n• Segurança; e\n• Ética.

 

Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento.

•             O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.

Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

•             Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000

 

Para mais informações entrar em contato através do telefone, e-mail ou comparecer  setor de Radiologia das Unidades de saúde da Rede Estadual de Saúde onde foi realizado o serviço.

Este serviço é gratuito para o solicitante


Este é um serviço d(o)a Secretaria de Estado da Saúde. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo, use o(s) telefone(s) (82) 3315-1103/1104/1105.


×
×